Uvaia – Eugenia Pyriformis

A uvaia, também conhecida como uvalha em certas regiões do Brasil, é uma árvore nativa da Mata Atlântica com ocorrência natural na região que vai do estado de São Paulo até o Rio Grande do Sul, e cuja altura pode variar de 4 a 12 metros com um tronco que vai de 20 a 50 cm de diâmetro. O nome uvaia vem do idioma tupi-guarani e significa “fruta acidulada”. De fato, a fruta tem um sabor que vai do mais doce ao mais azedo, dependendo da variedade. Os frutos podem ter formato similar ao da pera (daí o nome Pyriformis, decorrente da primeira variedade catalogada), mas a forma mais comum é a arredondada com achatamento nos polos. Embora exista uma variante que produza frutos maiores (conhecida como uvaião), a forma mais comum produz frutos cujo tamanho varia entre 3 e 5 centímetros, tendo casca levemente aveludada. É sobre esta forma que falaremos mais detalhadamente neste artigo.

uvaia

Detalhe dos frutos da uvaieira. À esquerda, a forma mais comum do fruto e, à direta, a que lhe deu o nome de batismo: Pyriformis.

Os frutos da uvaieira normalmente tem casca de tom amarelo intenso, pele fina e polpa suculenta que encerra de um a dois caroços de tamanho variável, mas que em geral são pequenos. Você pode fazer sucos, licores, caipirinhas, geléias e até vinagre com a uvaia. Há quem a coma logo após colhida, como eu, e posso garantir que o fruto é saboroso mesmo em suas variedades mais azedas. Com tantas qualidades, porque a uvaia não é encontrada nos mercados? Bem, apesar das qualidades, seu aroma perfumado atrai insetos que perfuram a casca fina com facilidade e, ademais, os frutos não resistem a transporte por longa distância, pois rapidamente vão perdendo o perfume e acabam por se oxidar. Logo, não tem interesse comercial como fruta de mesa, mas sua polpa congelada pode ser encontrada com alguma facilidade, como no Sítio do Bello.

A uvaieira é uma árvore que gosta de sol e que tem crescimento rápido. Seu tronco é descamante as folhas são verde-escuro, alongadas, mas com tom avermelhado quando novas, o que garante um belo efeito paisagístico. A produção de frutos é rápida, podendo se iniciar entre dois e quatro anos para as mudas oriundas de semente, sendo que a floração e frutificação se dão normalmente entre agosto e novembro. Embora seja uma árvore de bom porte em seu ambiente natural, a uvaieira pode sim ser cultivada em vasos, onde se adapta bem. Logicamente, quanto maior o vaso melhor, mas vasos de 40 cm de altura por 30 cm de boca podem manter uma uvaieira que produza frutos, desde que regada e adubada periodicamente. Em minha casa, tenho uma uvaieira exatamente nesta condição, que produziu frutos pela primeira vez em 2015, quando estava com apenas um metro e quinze centímetros de altura.

uvaia2

Foto das flores, brotos e da uvaieira adulta

A uvaieira tem também parentes próximas que podem ser consideradas ainda mais apropriadas para o cultivo em vasos. Três exemplos são: a Uvaia-anã ou uvaia-doce (Eugenia Lutescens), Ubá-Peva (Eugenia Anomala) e a Uvaia-Peba (Eugenia Arrebidae), todas elas nativas do cerrado e que adultas ficam entre um e dois metros de altura. Mas estas são difíceis de encontrar… Apenas no Colecionando Frutas você obterá mudas destas três variedades. Já a muda de uvaia comum pode ser adquirida na maioria dos viveiros listados na seção de links e mesmo em vários outros viveiros espalhados pelos demais estados do Brasil. Para os que moram em São Paulo, há uma opção a mais: podem retirar grátis a muda da uvaia comum nos Viveiros da Prefeitura.

uvaiavaso

Uvaia frutificando no vaso

E então? Ficou interessado? Pois então vá agora mesmo buscar sua muda de uvaia e instale-a em sua casa, seja no solo, seja em um belo vaso, e saboreie os frutos desta frutífera nativa.

Anúncios