Grumixama Anã (Eugenia Itaguahiensis)

Gru o que?!? Não, você não se enganou, este é o nome de uma frutífera tipicamente brasileira. Grumixama-Í vem do Tupi e significa ”Fruta que pega ou aperta na boca ao comer”, e o adjetivo I quer dizer pequeno. É uma frutifera nativa da mata atlântica que pode ser encontrada em forma arbustiva ou de árvore de porte, sendo o fruto de cor roxa (mais comum) ou amarelo. Cada uma das espécies tem um nome científico diferente e ligeira variação de sabor, embora o fruto de todas as espécies tenha aproximadamente o mesmo tamanho: 2 a 3cm.  A grumixama floresce em dezembro e você pode encontrá-la na entrada do SESC Belenzinho, ou na Av. Dr. Arnaldo na Faculdade de Medicina da USP, ambos os endereços em São Paulo. Para quem é leigo é difícil identificar cada uma das espécies, pois as plantas são muito parecidas. Este post do Lacerda, do e-Jardim, ajuda a esclarecer o mistério: http://e-jardim.blogspot.com.br/2008/10/para-no-levar-gato-por-lebre.html.
A espécie Itaguahiensis (que tem frutos roxos) é a de menor porte (1 a 3m) entre todas, podendo ser cultivada com sucesso em vasos onde frutifica em aproximadamente dois anos (desde que adubada corretamente). As demais (de porte árboreo) são a Eugenia Blastantha e a Eugenia Brasiliensis, sendo que esta última pode alcançar até 15m de altura e tem três variedades: var. Erythrocarpus, de frutos grandes e roxos ou avermelhados; Iocarpus, de frutos pretos; e a Leucocarpus de frutos amarelos. A seguir, foto da minha muda de Grumixama Anã que está em um vaso de 30 cm de boca por 40 cm de altura. Há ainda uma foto das flores e dos frutos de cor amarela e de cor roxa. Você pode adquirir mudas nos sites do e-Jardim, Colecionando Frutas e Plantamundo (vide seção de links).

Grumixama AnãPlantada em um vaso de 30 cm de boca por 40 cm de altura (foto de 2014)

DSC05049Flores (iguais em todas as variedades) e os frutos de cor amarela e de cor roxa

11/08/2015 – No final do segundo segundo semestre de 2014 comprei uma muda maior (que devia ter uns dois anos de idade), com um metro e meio de altura e que floriu pela primeira vez em julho de 2015. Esta nova muda foi comprada do E-jardim, e vc pode ver uma foto dela no post de 04/08/2015 clicando aqui: Frutificando

Anúncios

7 pensamentos sobre “Grumixama Anã (Eugenia Itaguahiensis)

    • Olá Fabiana! Como não vi fotos da sua muda, vou passar algumas recomendações genéricas. Remova os galhos voltados para dentro da copa, os cruzados, os mal formados (tortuosos) e os que estão mais próximos do solo. Mas não os quebre, use tesoura de poda bem limpa e afiada. Caso deseje mais detalhes sobre como proceder, um artigo (técnico) muito bom sobre a arte da poda, é este: http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/poda.html. 😉

  1. A Eugenia brasiliensis e a Eugenia itaguahiensis são espécies distintas (apesar das semelhanças), variedades ou variantes é o que ocorre com as Eugenias unifloras (pitangueiras) que apesar de haverem “variações” diversas são consideradas todas a mesma espécie, em seu post isso fica confuso principalmente para quem é leigo.

    • Rogério, eu também sou leigo em botânica, e tento escrever meus textos em uma linguagem mais acessível à leigos como eu. Sou apenas bastante curioso e auto didata. Sim, as grumixamas citadas no texto são espécies distintas e não variedades, como comprova o fato de terem nomes científicos diferentes. Editei o texto para tornar esta explicação mais clara. 😉
      Quanto à pitanga, embora a árvore e o fruto tenham morfologia bastante variável, realmente não existem espécies distintas (todas são classificadas como Eugenia Uniflora), exceção feita à pitanga anã do cerrado (cujo nome científico é Eugenia pitanga).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s