Melão Andino (Solanum Muricatum)

O melão andino também é conhecido como pera-pepino, melão de árvore e pepino doce. Da família das solanáceas, ele é nativo dos países andinos da América do Sul. É uma planta de meia-sombra (não de sol pleno) que quando plantado no solo pode chegar a 1,5m de altura, mas que também pode ser plantada em pequenos vasos de chão ou de parede, dando um belo efeito paisagístico. A planta é de fácil reprodução pelo método de estaquia, mas é muito sensível ao frio e a pragas, motivo pelo qual deve ser bem cuidada e usualmente replantada (por estacas) anualmente. Embora tenha variação de tamanho, cor e forma, a espécie mais comum e cujos frutos são encontrados à venda no Brasil tem formato ovalado, com a casca amarelo clara e listrada com faixas cor-de-vinho. O fruto tem pouquíssimas sementes, com excelente quantidade de polpa, mas cujo sabor é difícil de descrever… Lembra o melão e também a pera. Você pode saboreá-lo como um melão ou utilizá-lo para compor drinks e batidas. Em casa, tenho 03 pés desta frutífera, um dos quais (plantado em um vaso de 30 cm de altura por 30cm de boca) pode ser visto na foto abaixo.

 

Melão Andino em vaso

Plantada em um vaso de 30cm de altura por 30 cm de boca

 

Flores e frutosA variedade que tenho, é a do fruto mais à esquerda na foto

21/12/2015 – Meus 03 pés de melão-andino morreram em função de pragas (às quais são muito suscetíveis) e, creio, do frio . Creio que o clima de São Paulo não lhe é muito favorável…

11/07/2016 – Meu filho gosta muito deste melão-andino, mas só consigo achá-lo sazonalmente no supermercado Pão de Açúcar. Assim, resolvi tentar mais uma vez e, no início de maio de 2016 adquiri duas novas mudas, que já vieram com 02 pequenos frutos. Durante todo o mês de maio e parte de junho, mantive as mudas dentro de casa e só as colocava no quintal para tomar o sol das 07:00 às 10:00 da manhã e das 16:30 ás 18:00. Apliquei cobre para eliminar os diminutos insetos brancos (pareciam pó) que se abrigavam na parte inferior das folhas, removi outras folhas que pareciam ter as bordas queimadas (algum tipo de fungo) e, finalmente, ao iniciar a segunda quinzena de junho as deixei em definitivo no quintal. Elas se adaptaram bem e gostaram do frio, contrariando minha percepção anterior. Em 10 de julho colhi o meu primeiro fruto e, em 28 o segundo fruto. Coloquei um suporte para as ramas, pois os frutos são pesados para uma planta tão pequena, e creio que isso também ajudou na adaptação da planta. Ela é mesmo chatinha de se cuidar, mas creio que peguei o jeito: não pode regar demais e nem de menos, se o calor for intenso, coloque-as temporariamente em um local mais ameno mas não de sombra total, remova as folhas doentes e adube com parcimonia, e você poderá cultivar este delicioso fruto com sucesso! Uma das minhas mudinhas já tem um novo fruto se desenvolvendo enquanto escrevo este post. Postarei fotos em breve, para que vocês vejam que é sim possível cultivar o melão-andino em São Paulo. 🙂

Anúncios

4 pensamentos sobre “Melão Andino (Solanum Muricatum)

  1. Tenho um pequeno sítio em Siderópolis-SC, região fria no inverno, no entanto colho melões durante vários meses do ano. É uma fruta maravilhosa, gostosa de mais. No momento já tenho alguns próximos de colher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s