Juá-de-Capote (Physalis Edulis)

O Juá-de-Capote pertence à família das Solanáceas, sendo prtanto um parente da beringela, do giló e do tomate. A espécie comumente comercializada é vendida em pequenas caixinhas que custam em média R$ 7,00 (preço cotado em 06/06/2014) e que contém umas doze frutinhas cada. A fruta em si tem o tamanho de um tomate cereja e é envolvida por uma “capa” que fica da cor de palha quando a fruta está madura. A fruta propriamente dita tem a casca amarela e brilhante, não é doce nem azeda. Costuma ser usada para enfeitar doces e bolos, mas você pode fazer um suco saboroso com ela. De cultivo fácil, pode ser mantida em pequenos vasos e frutifica abundantemente em pouco mais de seis meses, produzindo pequenas flores de tom lilás e amarelo-claro. A foto aqui anexada é das plantas que tenho em minha casa, plantadas em vasos pequenos, e foi tirada em maio de 2014. Mostra as flores e os pequenos frutos formados envoltos pela “capa” em tom lilás e verde, pois o fruto ainda não está  maduro.

DSC01466

Flores, folhas e frutos imaturos

 

Embora de fácil cultivo, a Physallis é uma planta frágil e que precisa de suporte para que possa se desenvolver bem. Ventos fortes quebram seus ramos com facilidade, portanto convém evitar locais com muito vento ou então prover apoio e suporte, que podem ser feitos usando bambus. Se você a deixar crescer muito próxima a outras árvores, verá que que a Physallis cresce vigorosamente por entre os galhos da árvore maior e passa a utilizá-la como apoio, podendo até mesmo “sufocar” a planta sober a qual está se apoiando.

Com suporte adequado, o Physallis pode passar dos dois metros de altura e abrir uma ampla copa. Nesta condição, ela produzirá uma grande carga de frutos, durante quase todos os meses do ano. Para multiplicá-la é fácil: basta pegar um ramos de uns 20 a 30 cm e fincá-lo no solo com uma estaca para servir de apoio. Em muito pouco tempo você terá uma nova muda florescendo.

physalismad

Frutos maduros

Curiosidade: Existe também um Physallis vermelho!! O Physallis Alkekengi, que tem um belo efeito ornamental em função de seus “balões vermelhos” e que são responsáveis pelo seu nome mais comum, que é Lanterna Chinesa. Veja a foto:

Physallis Alkekengi

Physallis Alkekengi

Existem ainda vários outros parentes do Physallis que também são cultivados e consumidos mundo afora. No Brasil, o Cubiú (ou Maná-Cubiú) é o mais conhecido. Existe ainda o Lulo ou Naranjilla, muito consumido nos países andinos, o Tomatillo (verde e também roxo), muito consumido no México, e muitos outros parentes sobre os quais voltaremos a falar em um futuro post.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Juá-de-Capote (Physalis Edulis)

  1. Cassio
    Temos physalis nascendo aqui e ali no quintal por conta das sementinhas que caíram da produção de frutinhas no ano passado.
    Vendo o milagre que você faz produzindo frutos em vasos, sinto-me morando numa fazenda. Cajus em vaso? Acho que vou repensar nosso espaço. Temos uma calçada que pega muito sol. Se nosso solo não permite que se plante mais nada por causa da ação dos bambus, acho que uns vasos grandes poderiam ampliar nosso pomar… Sonhamos… E, um dia acordamos com o sabor das frutas que colhemos… Bons sonhos, boas colheitas… (Hoje fala-se em segurança alimentar. Não existe segurança alimentar maior do que plantar o que se come.) Abraços.

  2. Gilda, o meu cajú é da espécie anã do cerrado (Anacardium Humile), e não cresce além de 1m de altura. Foi difícil conseguir as sementes e mais difícil ainda acertar a mão no cultivo, mas hoje tenho 5 pezinhos se desenvolvendo bem. Mas existe um caju anão da Embrapa que produz em 06 meses e que não passa de 2m de altura, o qual pode ser uma boa opção para vc. 😉 O Physalis, acabei por plantar no chão ao lado da jabuticabeira, o que fez com que ele se desenvolvesse rápido e grandemente, ao ponto de já superar os dois metros de altura da jabuticabeira e de tê-la cobrido completamente, tudo isto em pouco mais de 60 dias!! Sobre os vasos, é sim uma boa opção para algumas frutíferas que podem produzir bem neste ambiente restrito. Em vasos de 80 cm de altura por 50 cm de boca (ou pouco maiores), por exemplo, vc pode ter jabuticaba híbrida, pitanga, caju, mamão, laranjas, limões, etc, especialmente se forem plantas de alporquia, as quais não costumam desenvolver as grandes raízes pivotantes que precisam de solos profundos. Vá em frente no sonho que vc terá grandes alegrias. 🙂
    Sobre a fazenda, concordo, você mora mesmo numa mini-fazenda! Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s